QUER QUE DESENHE? VÍNCULOS, ÓDIO E A SUPERAÇÃO DO RACIOCÍNIO BASEADO EM TEXTOS


Resumo

As imagens, para Barthes, sempre foram abertas a interpretações divergentes. Mas os textos objetivos, como os jornalísticos, não deveriam ser. O motivo é a forma de pensamento baseada em textos, a tempo-histórico-linear, que pressupõe uma relação da causa e efeito. Temos visto, contudo, um mesmo texto sendo compreendido e usado de maneira oposta por pessoas de vinculação ideológica e imaginários diferentes. A razão pode estar na teoria de Flusser de que estaríamos retornando ao raciocínio baseado em imagens: o mágico-imagético-circular. Essa hipótese e sua relação com as f fake news é analisada a partir de discussões sobre materiais jornalísticos e pressupostos teóricos de Baitello Jr, Contrera, Marcondes Filho, Carr e Durand.


Link AQUI


Posts em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por Tags
Acompanhe
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square